• 4LAN

Como funciona o CWDM?

O passo seguinte ao WDM, foi o CWDM (Coarse Wavelenthg Division Multiplexor).

A tecnologia CWDM tem sido amplamente utilizada para interligação de datacenters, via FibreChannel/Ficon; uma plataforma de transmissão proprietária que se propagou muito no final dos anos 90 para interligação de Unidades de Storage nos datacenters; devidas as taxas de transmissão serem superiores as da Ethernet, naquela ocasião.

Com CWDM você pode colocar até 18 canais, num mesmo par de fibra; espaçados 20nm, entre os comprimentos de onda 1270 e 1610nm.



De forma prática, você precisa de um par de Mux/Demux, com 4/8/16 canais e os respectivos pares de Tranceivers com os mesmos canais que você tem no Mux/Demux.


Os Transceivers são colocados nos switches, e interligados ao Mux; que irá encapsular todos canais num único par de fibras ou até mesmo em apenas uma fibra, percorrer a km prevista e, do outro lado; o Demultiplexador fará o desencapsulamento; separando os respectivos canais; que serão ligados aos Tarnsceivers de cada canal, que estão no switch.


Os Multiplexadores/Demultiplexadores são equipamentos simples e totalmente passivos, independendo de energia elétrica; são basicamente compostos de filtros + conectores. Porém, seus filtros acrescentam uma perda ao link, que precisa ser incluída nos seus cálculos.


Considerando a degradação natural da rede óptica, recomendamos sempre que a adoção dos Transceivers seja feita com folga. Por exemplo, utilize os Transceivers de 40Km para até 25Km e os de 80Km, para até 65Km; se sua fibra óptica possuir de 0,25dB por Km.


Com a popularização da Tecnologia DWDM, que possibilita mais do que dobro de canais por fibra, e a rápida queda nos preços, os sistemas CWDM tendem a ser substituídos pelos DWDM.

300 visualizações0 comentário